Quem
Somos
Produtos Produtos em
uma Página
Informações Artigos Download Estabelecimentos
Kosher
Certificação
Kosher
Pontos
de Venda
Fale
Conosco
Quem
Somos
Produtos Produtos em
uma Página
Informações Artigos Download Estabelecimentos
Kosher
Certificação
Kosher
Pontos
de Venda
Fale
Conosco
Facebook da LKB Instagram da BDK
Notícias
17/09/2013 CHAG SAMEACH! « Voltar

Passaram-se os dias temíveis. O mês de Elul, Rosh Hashaná, Asseret Yeme Teshuva e Yom Kipur. Dias de contato constante com D'us. Orações, perdão, lágrimas e muita emoção e devoção. Chegamos ao auge, depois de jejuar o dia inteiro, ao falar juntos Shema Yisrael no final de Neilá. Nos sentimos mais elevados e espiritualizados.

Contudo, assim que sai Yom Kipur, sentimos uma depressão. Estávamos tão acostumados com esta presença Divina com maior ênfase nesta época. Parece que acabou. De repente caímos no mundo de novo. Faz falta!

Mas, justamente por isso, logo em seguida vem os dias de Sucot e Simchat Torá. Nestes dias temos que nos sentar na Sucá. A Sucá que por lei precisa ter no mínimo 2 paredes e meia - que representam um braço, ante-braço e mão - um abraço de D'us! A Sucá nos lembra que podemos e devemos trazer a Divindade para qualquer lugar onde morarmos. Podemos santificar nossos lares, simplesmente mantendo neles a ética da Torá, os valores da Torá e não permitindo que se infiltrem em nossos lares valores hostis a Torá.

As quatro espécies nos lembram, que podemos e devemos trazer a Divindade na natureza, em nosso trabalho, em nossa vida do dia a dia. Durante os dias de Sucot, temos que nos alegrar com as mitsvot especiais desta festa. Ao longo do ano, precisamos extender esta alegria ao cumprimento de todas as mitsvot.

Por final, vem Simchat Torá - dia que nos alegramos com a Torá sagrada. Um fechamento especial para este mês rico. Se queremos manter o ano inteiro a mesma santidade, elevação e introspecção destes dias - a Torá precisa estar no centro de nossas vidas e sempre com muita alegria!

Chag sameach!